Doce Cecília


Myrrhis odorata

A doce cecília é um adoçante natural com um sabor requintado, cujas folhas permanecem verdes e comestíveis desde o início da Primavera até ao final do Outono. A doce cecília é uma planta robusta e perene, oriunda dos pastos montanhosos que vão do extremo ocidental da Europa até ao Cáucaso. Está desde há muito aclimatada ao Norte da Europa, mas agora vem sendo cultivada em outras zonas temperadas.

 

Utilizações culinárias

As folhas e as sementes verdes reduzem a adstringência de frutos como a groselha-espim e o ruibarbo quando cozinhados em conjunto, embora o sabor da própria erva se dissipe. As folhas e as sementes imprimem uma nota anisada às saladas de fruta e às sobremesas com queijo creme, dando também doçura e uma nota de especiarias aos bolos, pães e tartes de fruta. A doce cecília é uma erva igualmente útil para os pratos salgados, mas para reter o seu sabor é melhor adicioná-la perto do final da cozedura. As pontas das folhas jovens conferem um sabor subtil às saladas verdes e ao pepino e aos molhos à base de natas e iogurte, feitos para acompanhar pratos de peixe ou marisco. Pique as folhas em omeletas e consommés e misture-as num puré de cenouras, pastinacas ou abóbora para realçar a sua doçura. Use as folhas como guarnição para pratos de queijo e as flores para decorar saladas.

Vai bem com alperces, groseilhas-espim, nectarinas, pêssegos, ruibarbo, morangos, legumes de raiz; frango, gambas e vieiras.

Combina bem com cerefólio, cebolinho, erva-cidreira, Lúcia-lima, hortelã e baunilha

.

Raminhos frescos

Por volta do final da Primavera a planta grande e penugenta apresenta flores brancas e rendilhadas de aroma adocicado, seguidas por coroas de sementes grandes e atractivas.

 

 

Notas de Sabor

A doce cecília possui um atractivo aroma almiscarado com notas de levístico e anis; o sabor pende mais para o anis com um travo de aipo e uma agradável doçura. As sementes por amadurecer são as que apresentam o sabor mais forte e uma textura semelhante à das nozes. As sementes maduras, lustrosas pretas têm menos sabor e são fibrosas e mastigáveis.

 

Partes Utilizadas

As folhas frescas, as flores e as sementes verdes. Outrora as raízes cruas eram usadas nas saladas ou cozidas e comidas como legume.

 

Comprar e Guardar

As plantas existem em viveiros e também podem ser semeadas. A doce cecília não se vende nos supermercados. É melhor usar as folhas pouco depois de serem apanhadas, mas conservam-se por 2-3 dias no frigorífico, embrulhadas em papel de cozinha húmido ou num saco de plástico.

 

Plante Vocês Mesmo

A doce cecília prefere um solo fértil e húmido, num local parcialmente à sombra. Germina sozinha com facilidade. Pode após a floração para encorajar um novo crescimento. Corte as folhas entre a Primavera e o Outono. Apanhe as flores na Primavera e as sementes verdes por amadurecer no Verão.

Doce Cecília