Claitónia


Claytonia perfoliata

A claitónia, também chamada beldroega-do-inverno e alface-do-mineiro, é uma planta anual robusta e de aspecto delicado que dá uma excelente salada para o inverno. Recebeu o nome de alface-do-mineiro porque os mineiros que acorreram à Califórnia em busca de ouro comiam a planta silvestre para evitarem o escorbuto- tal como não aparentada beldroega Portulaca oleracea, a claitónia é rica em vitamina C.

Utilizações culinárias

As folhas, os caules longos e as flores dão um contributo benéfico e de aspecto bonito á sua saladeira. Gosto particularmente da claitónia por causa da sua resistência ao Inverno, quando outras plantas podem murchar. As folhas e os caules podem ser cozinhados – experimente-os sozinhos, ou combinados com outras ervas, refogados com um pouco de molho de ostras. Combina bem com agrião, cebolhinho, rúcula e azedas.

Raminhos frescos e flores

As folhas da claitónia envolvem totalmente os caules macios. As flores minúsculas e brancas rebentam em caules finos a partir do inicio do verão.

Notas de sabor

A claitónia não é aromática. É suave, com um sabor puro e fresco.


Partes utilizadas

As folhas, os caules jovens e as flores.


Comprar e Guardar

A claitónia pode ser colhida na natureza em pastos sombrios da América do Norte, o seu habitat natural, mas é rara na Europa. É melhor se for apanhada e consumida de imediato, mas pode ser guardada num saco de plástico no frigorífico, na caixa dos legumes por 1-2 dias.

Plante você mesmo

Já existem alguns viveiros com claitónias plantadas, mas também é fácil cultivá-las a partir da semente. As sementes plantadas na Primavera vão florescer a tempo de serem usadas no Verão; a plantação de Verão vai proporcionar a colheita no Inverno. A claitónia sobrevive no jardim ao longo do Inverno, a menos que haja muita geada. Prefere um solo macio, mas pode ser adaptável. A claitónia é uma planta que dá um aspecto bonito ao contorno dos canteiros.