Ciclo de vida de uma planta com flor

1. Carpelo

O Centro feminino de uma flor é composto  pelo ovário e pelo estilete, que tem uma ponta pegajosa chamada estigma.

2. Estame

Os membros masculinos da flor incluem este filamento, que termina na antera produtora de pólen.

3. Pétalas

As pétalas são como um néon concebido para atrair insetos, que vêm pelo néctar e acabam por transportar involuntariamente pólen para outras flores.

ciclo de vida de uma planta com flor4. Gametófitos

Dentro de cada antera, os gametófitos (microscópicas plantas masculinas) estão presos em grãos de pólen. Cada um inclui dois anterozoides e uma célula vegetativa.

5. Estigma

Os grãos de pólen aderem ao estigma na ponta do carpelo e produzem um tubo polínico do estilete ao ovário.

6. Ovário

O ovário inclui múltiplos compartimentos chamados óvulos, cada um albergando um gametófito (uma minúscula planta feminina).

7. Saco embrionário

Em cada óvulo, as células dividem-se para formar um saco embrionário, que inclui um ovo, dois núcleos e uma abertura para o tubo polínico.

8. Tubo polínico

Quando o tubo polínico chega ao óvulo e o penetra, liberta os dois anterozoides num saco embrionário.

9. Zigoto

Um dos anterozoides fertiliza o ovo, criando um zigoto. Os dois núcleos e o outro anterozoide fundem-se para formar uma reserva nutritiva chamada endosperma.

10. Embrião

Através de divisão celular, o zigoto alimenta-se do endosperma.

11. Semente

O invólucro que envolve o óvulo endurece em volta do embrião, formando uma semente. Tendo bastante calor, humidade e oxigénio (geralmente na primavera), a semente germina, isto é começa a transformar-se numa planta adulta.

Ciclo de vida de um feto

1. Feto adulto

Os fetos datam de há 360 milhões de anos, sendo mais de duas vezes e meia mais antigos que as plantas de flor.

2. Esporângio

Dentro destes concetáculos na parte inferior da fronde multiplicam-se os esporos.

Ciclo de vida de um feto3. Esporos

Com esporos suficientes formados, estes rebentam o esporângio e dispersam-se.

4. Protalo

Cada esporo evolui para um tipo de gametófito chamado protalo, muito maior que os gametófitos nas plantas de flor.

5. Gametófito maduro

O protalo desenvolve um órgão sexual feminino (o arquegónio) e um masculino (o anterídeo), que produz os anterozoides.

6. Arquegónio

Um anterozoide de outro protalo fertiliza o ovo no interior do arquegónio, para formar o zigoto.

7. Feto jovem

O zigoto evolui para um jovem feto e a estrutura do protalo definha.